Sustentabilidade

Desenvolvimento das comunidades

Ações voluntárias que iluminam e transformam vidas

Instituto AES e Litro de Luz levam solução de iluminação à comunidade de baixa renda

A+ A-

Luz para iluminar caminhos, para o lazer, para mais segurança.

Para levar iluminação às ruas da comunidade Vila Moraes, em São Bernardo do Campo (SP), o Instituto AES – responsável pelas ações sociais voluntárias da AES Brasil – e o Litro de Luz – organização que já impactou a vida de mais de cinco mil pessoas no país – se uniram em uma ação inovadora, concebida a muitas mãos.

A iniciativa, que envolveu inovação social a uma atuação voluntária, promoveu a instalação de 30 postes de iluminação pública que funcionam por meio de energia solar. Para essa ação acontecer e causar um impacto positivo e relevante na vida dos moradores foi necessária uma capacitação prévia dos voluntários para a construção dos postes, a interface com os líderes da comunidade e muita energia do bem.

Como é feito um poste sustentável?
O poste, criado pelo Litro de Luz, funciona por meio de uma tecnologia simples, econômica e ecologicamente sustentável. Para gerar energia solar fotovoltaica, o poste é produzido com garrafa PET, painel solar, bateria, LED e canos de PVC. E mais: conta com um circuito inteligente que acende ou apaga a luz, conforme a claridade do dia. 

Para capacitar os 30 voluntários da AES Brasil, a equipe do Litro de Luz promoveu uma oficina, na sede da companhia, em Barueri. Nela, foram ensinadas as técnicas que seriam utilizadas no desenvolvimento e na instalação dos postes na comunidade. Nesse dia, os voluntários absorveram todos os ensinamentos técnicos para transmitir o conhecimento aos moradores da comunidade. 

O Dia da Energia do Bem
A data da ação na comunidade, 26 de agosto, foi escolhida para comemorar o Dia Nacional do Voluntariado, que é celebrado em 28 de agosto, e que integra o calendário do Programa Energia do Bem, do Instituto AES. O sábado, que estava bonito e ensolarado, contou com a participação de um total de 74 voluntários da AES Brasil, da equipe do Litro de Luz e dos moradores.

O primeiro passo foi identificar os locais onde os postes seriam instalados, que já estavam previamente demarcados. Em seguida, houve a preparação do cimento para inserir nos locais que já estavam sinalizados no chão e para preencher o interior dos canos de PVC, a fim de dar sustentação aos postes. Por último, foram encaixadas os circuitos com as garrafas PET e as placas solares, que já haviam sido construídos no dia da capacitação. Toda a ação foi realizada com a participação ativa e o engajamento de mais de 20 moradores voluntários. 

Os impactos na vida dos moradores da comunidade e nos voluntários
O Litro de Luz já havia instalado, anteriormente, 50 postes sustentáveis na Vila Moraes. Agora, com 80 postes instalados, as mais de 2.000 pessoas que vivem nessa comunidade passam a ter suas ruas iluminadas. “Para nós do Litro, poder ampliar as áreas atendidas é muito importante, principalmente quando contamos com um parceiro como o Instituto AES, que acredita em nosso trabalho e possui a consciência de como o voluntariado impacta positivamente na vida de seus colaboradores”, afirma Laís Higashi, presidente do Litro de Luz Brasil.

Para Luiz Rielli, diretor executivo do Instituto AES, a ação foi um marco, por unir a atuação voluntária dos colaboradores do Programa Energia do Bem a uma ação que traz benefícios sociais, ambientais e que gera valor a todas as pessoas e organizações envolvidas. “A parceria com o Litro de Luz reforça o propósito do Instituto de promover soluções inovadoras de energia com impacto social e de envolver os colaboradores da AES em ações transformadoras por meio do voluntariado”.

Notícias relacionadas

Desenvolvimento das comunidades

Eficiência energética e solidária

Projeto da Eletropaulo realiza a troca gratuita de 40 mil lâmpadas em Ribeirão Pires

Desenvolvimento das comunidades

Vencemos o 24º Prêmio FIESP de Mérito Ambiental

Programa Transformação de Consumidores em Clientes é o ganhador na categoria Responsabilidade Social

Desenvolvimento das comunidades

Consumidores que viraram clientes

Mais de 840 mil residências foram beneficiadas pelo programa de regularização da Eletropaulo

Houve um problema no envio da mensagem.
Por favor, tente novamente.